Aqui você irá ler todas as newletters que assino na internet, muitas dicas para ganhar dinheiro, trabalhar em casa, vendas na web, cursos, tutorias, dicas para webmaster, criar sites, notícias, piadas, carreiras, profissões, humor e muito mais.

GANHE MASSA MUSCULAR

Animal Pak

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Newsletter Tecnoblog (7 notícias)

Newsletter Tecnoblog (7 notícias)

Link to Tecnoblog

Apple censura referências ao Android na App Store

Posted: 05 Feb 2010 04:25 PM PST

Apple não quer o Android citado na App Store.

Em mais uma decisão baseada em argumentos questionáveis, a Apple solicitou que um desenvolvedor retirasse da descrição de seu aplicativo uma menção ao sucesso do app na sua versão para Android, a plataforma concorrente ao iPhone, desenvolvida pelo Google — a empresa que aparentemente é agora a inimiga número um da Apple.

O aplicativo em questão é o Flash of Genius, um aplicativo que ajuda na preparação de estudantes para o SAT (a grosso modo, o vestibular americano). O app foi um dos finalistas do Desafio de Desenvolvedores para Android promovido pelo Google, e na sua descrição na App Store da Apple citava esse mérito para promover o aplicativo. Nesta quarta-feira (3), porém, seu desenvolvedor recebeu um e-mail da Apple, que é parcialmente reproduzido abaixo, em tradução livre:

"Durante a revisão de seu aplicativo, descobrimos que seu aplicativo contém informações inapropriadas ou irrelevantes relativas a plataforma na Descrição do Aplicativo e/ou nas Notas de Lançamento.

Apresentar planos de compatibilidade futura ou outras referências gerais a plataforma não são relevantes no contexto da iPhone App Store. Mesmo que seu aplicativo não tenha sido rejeitado, seria apropriado remover "Finalista no Desafio de Desenvolvedores para Android do Google!" da Descrição do Aplicativo.

Favor fazer login no iTunes Connect para fazer as alterações apropriadas à Descrição do Aplicativo agora para evitar a interrupção da disponibilidade do Flash of Genius: SAT Vocab 2.2 na iPhone App Store"

O desenvolvedor aparentemente não se incomodou e disse que retiraria o fragmento solicitado sem reclamações, mas a atitude da Apple de tentar esconder de seus usuários a existência de uma plataforma concorrente fica entre algum lugar entre o protecionista e o patético. Vamos lá, Apple, você é bem melhor que isso e consegue concorrer com o Android em mais alto nível, sem precisar apelar para a censura… Isto é realmente necessário?

Artigos relacionados:

Apple proíbe anúncios baseados em localização no iPhone

Posted: 05 Feb 2010 12:53 PM PST

"O que vamos fazer hoje pessoal?" "Ah, sei lá… Vamos dominar um novo mercado?"

A Apple alertou seus desenvolvedores que não poderiam mais utilizar serviços de localização do iPhone OS exclusivamente para exibir anúncios de publicidade. A restrição se aplica a todos os aplicativos de iPhone, iPod Touch e — em breve — iPad, que se não se adequarem não serão aprovados para entrar na App Store. Leia o que a Apple escreveu a seus desenvolvedores, em tradução livre:

"Se você fizer aplicativos com funcionalidades baseadas na localização do usuário, certifique-se que essas funcionalidades fornecem informação útil. Se seu app usa informação baseada em localização primariamente para permitir que anunciantes móveis exibam publicidade direcionada baseada na localização do usuário, seu app será devolvido a você pela Equipe de Revisão da App Store para modificação antes que possa ser publicado na App Store."

A questão que é fica é: qual é a intenção da Apple com isso? Seria apenas a preocupação em proteger a privacidade de seus usuários? Ou seria a preocupação em garantir para si exclusividade sobre o lucrativo negócio de anúncios mobile com ciência de localização?

Esta última hipótese parece bastante crível porque há exatamente um mês a Apple comprou a Quattro Wireless, empresa especializada em anúncios nas plataformas iPhone e Android. Além disso, a Apple recentemente registrou duas patentes relativas a anúncios baseados na localização do usuário. Junte a isso o fato de que aparentemente a Apple não tem mais mantido uma relação com o Google tão boa como em outros tempos e podemos imaginar um futuro onde a Apple use de sua posição privilegiada para virar a mesa no mercado de publicidade mobile, hoje dominado pela AdMob, comprada pelo Google em novembro de 2009. Estima-se que o mercado de publicidade mobile valerá 3,1 bilhões de dólares até 2013, e pelo visto a Apple quer uma fatia desse bolo.

Artigos relacionados:

Exclusivo: iPad com flash

Posted: 05 Feb 2010 10:21 AM PST

Pronto, problema resolvido.

É sexta-feira, gente. Brincadeirinha feita pelo Daniel Rodrigues da Costa Filho, amigo da equipe do Tecnoblog.

Artigos relacionados:

Apple não consegue registro do nome iPad na Europa

Posted: 05 Feb 2010 09:33 AM PST

Pelo visto, a Apple foi bem pouco feliz na escolha do nome iPad para batizar seu novo gadget, já que além de ser motivo de chacota ele havia sido registrado por diversas outras empresas para batizar outros produtos.

A nova dor de cabeça vem da Europa, onde o pedido do registro da marca em aparelhos eletrônicos foi negado à empresa da maçã por pertencer à ST Microelectronics, especializada em fabricar componentes para dispositivos móveis. O Ipad em questão é um chip usado em telefones celulares e seu nome é sigla para "Integrated Passive and Active Devices", ou "Dispositivos ativos e passivos integrados". Ui.

De acordo com o Inquirer, a marca foi registrada dia 14 de setembro de 2001 e deve expirar no próximo mês de setembro, mas por padrão os direitos da renovação devem ficar com seu atual proprietário. Carlo Bozoti, presidente da ST Microelectronics, afirma que está “disposto a conversar” com a Apple, o que nas entrelinhas significa que está esperando um caminhão cheio de dinheiro na porta de sua casa.

Artigos relacionados:

Nexus One vende apenas 80 mil unidades em seu primeiro mês

Posted: 05 Feb 2010 08:58 AM PST

As vendas do Nexus One estão bombando. No mau sentido.

De acordo com a empresa de pesquisa de mercado Flurry Analytics, o Google vendeu apenas 80 mil unidades do smartphone Nexus One em seu primeiro mês no mercado, desempenho nem um pouco animador quando comparado ao ritmo que seus principais concorrentes saíram das prateleiras quando chegaram às lojas.

Lançado em 2007, o iPhone vendeu 600 mil unidades em seu primeiro mês, enquanto o Motorola Droid – lançado no último mês de novembro e também equipado com o sistema operacional Android – teve 525 mil unidades vendidas em sua estreia.

Um dos principais motivos para tamanho fiasco seria o modelo de vendas adotado para o aparelho, que só está disponível para vendas em uma única página da web. Na ocasião de seu lançamento, Eric Schmidt, presidente do Google, afirmou que o Nexus One "mudaria a maneira que as pessoas comprariam seus telefones".

Pelo visto, até o momento, ele estava errado.

O Nexus One deve chegar do Brasil no segundo semestre, mas nenhuma palavra ainda foi dita a respeito de como ele será comercializado. [Dow Jones]

Artigos relacionados:

Página inicial do Facebook é remodelada. De novo.

Posted: 05 Feb 2010 07:41 AM PST

Mais uma vez, a página inicial da rede social Facebook passou por uma remodelação – a quarta em pouco mais de um ano. Dessa vez, as mudanças foram um pouco mais discretas que o habitual e se limitam a deixar seu design mais limpo, escondendo alguns menus de seus menus dentro de ícones.

Não raro, as constantes alterações da página inicial do site de relacionamentos provocam protestos de seus usuários, o que no ano passado fez até mesmo seu criador, Mark Zuckerberg, dar uma alfinetada nos críticos ao entrar no grupo "Eu automaticamente odiei a nova página inicial do Facebook", que desfazia qualquer impressão de autocrítica numa rápida lida em sua descrição: "eu odeio mudanças e qualquer coisa associada a ela; quero que tudo permaneça rigorosamente parado durante toda minha vida; eu não sei o que eu quero de coisas que não posso controlar; e por lógica e dedução, eu automaticamente me oponho a qualquer mudança na página inicial do Facebook". Ouch.

Maiores detalhes sobre a novidade podem ser vistos numa página de apresentação na rede social.

Artigos relacionados:

Xbox da primeira geração serão banidos da Xbox Live

Posted: 05 Feb 2010 07:03 AM PST

Usuários do Xbox original serão deixados de fora do Xbox Live

Microsoft anunciou que planeja banir do serviço Xbox Live todos os Xbox (o modelo original, lançado há oito anos).

"Para atingir nossa aspirações [de explorar todo o potencial do Xbox 360], nós precisamos fazer mudanças no serviço Xbox Live que são incompatíveis com nossos jogos do Xbox v1 original," disse Marc Whitten, gerente geral do Xbox Live. "Não foi uma decisão fácil, mas após cuidadosa análise ficou claro que trará o maior benefício à comunidade do Xbox Live".

A partir de 15 de abril os Xbox original não mais entrarão no serviço. E ponto. Até os games do Xbox original que rodam no 360 serão igualmente excluídos.

A Microsoft afirma que entrará em contato com todos os usuários afetados para "mais detalhes e oportunidades". (Será que "oportunidades" significa algo como um grande desconto para adquirir um Xbox 360 ou isso seria sonhar alto demais?)

Artigos relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

CARTÃO DE CRÉDITO GRATIS SEM CONSULTAS AO SPC E SERASA